sexta-feira, março 29, 2013

(Caminhos ao léu - P.M)

O espaço é um traço
no simples compasso
da existência tardia...

Condição que disfarço
do pesado cansaço
dessas vidas frias...

O eterno é um sonho
paixão que componho
mais leve que o céu...

Em encontros risonhos
no presente estranho
dos caminhos ao léu.

Um comentário:

Marcella gonçalves disse...

hahahhaa... eu estou rindo...
sentindo a sensação das cócegas pelo meu corpo
... tudo ficou diferente...
estou tão leve...
e derrepente sinto que estão me puxando para baixo
o que é isto??????.......

nossa... o som da minha vozzz...... é dentro ou fora? e o que eu sinto??? sou eu... sou meu??
como falo sem falar???????......