quarta-feira, abril 03, 2013

(Amnésia - P.M)


Quanto mais acordo, mais sonho vejo.

Quanto menos durmo, mais sonho sinto.

Quanto mais sinto, mais insônia tenho.

Quanto mais insônia, mais sonho.

Quanto ao sonho, desperto.

Ao dormir, liberto.

Quando liberto, certo.

Quando desperto, deserto.

Quanto mais perto, incerto.

desespeiro
eco  inteiro
verdadeiro.

Dormir é amanhecer pra dentro.
A vida é como um sonho; é o acordar que nos mata.

Um comentário:

Marcella gonçalves disse...

O esquecimento de cada dia...
que dádiva.. não saber onde está,parando no meio do caminho e sentindo que algo saiu.... você saiu do seu corpo.....
e voltou.... de repente cego.... o ensinamento...
a linha de pensamento se quebrou...
você estava pensando ou alguém estava pensando para você??