sábado, junho 14, 2008

(Novo Ciclo - P.M)


Meu ciclo se renova...
Agora vivo pra mim e me inspiro...
Serei próprio suporte pra minha força...
E a luta pelo alcance de minha coragem...

Sempre terei o respeito em minha dignidade...
Mas a partir desse momento...
Serei corrida e incansável vontade...
De corpo fechado e de intuição aberta...
Feito trem em constante passagem...

Serei meu campo de batalha pelo bem...
Aprenderei com os erros...
Serei a medida dos meus próprios desejos...
E aprenderei a ser, pra sempre...
Meu fundo de esperança...

Reciclarei meu ser...
Conquistarei meus sonhos...
Darei meus passos...
Sem perder meu rumo e espaço...

Dessa vez, Primeiro Eu...
Depois, Eu de novo...
Assim poderei me entender...
Para então aceitar os outros...

Em minha liberdade e alma de aprendiz...
Sem condições para me perder...
De cabeça levantada e mente repleta...
Aprenderei a vencer com meu próprio ser.

3 comentários:

Carol Montezuma x) disse...

Pedro poeta pintando palavras plausíveis...
Hummm...Dessa eu não sabia!
Mas sobre o "eu" em questão, há quem o rotule como solidão, há quem o rotule de "ô cara egoísta, ô cara individualista"...
Mas poxa, temos um umbigo no qual uma hora precisa ser verificado!
Sou adepta do "primeiro eu, depois eu denovo". Quem é sozinho em mente [e não solitário] também ama, também possui sentimentos e sobretudo também sente tesão!
Há aqueles que não "conseguem" [ou não desejam] esquecer a pessoa amada, e consequentemente acham que a substituição é coerente e válida. Pooor.r.a nenhuma! NUNCA SERÃO!
Acredito que a melhor maneira de descobrir o verdadeiro "eu" e medir o próprio equilíbrio esteja no "ficar sozinho", onde o momento "pensar" se fundamenta de maneira legítima e honesta!
Que novos escritos possam vir e propor novas cabeças pensantes nesse mundo!
Deus te abençoe e sucesso meu amigo!
Carol Montezuma.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

pois é né...pra muitos pode parecer egoísmo mas
não adianta pensar primeiro nos outros e depois nego cagar e andar pra isso... mas é isso vivendo e aprendendo...agora um pouco de egoísmo é o melhor remédio pra qualquer pessoa que seja mto amiga dos outros e não seja amiga primeiramente de si própria.
cada um sabe os caminhos que trilha né... e onde eles chegam ou chegaram...fases são feitas pra serem ultrapassadas e esquecidas...pra sempre e de uma vez por todas... isso é evolução. o resto é o resto! talvez o resto seja o que ficou pra traz... e o futuro é promissor... sempre estará nos ensinando e nos adaptando ao que aprendemos no passado. Pedro